quarta-feira, setembro 27, 2006

dos desabafos...


o que é inevitável?

como lidamos com as intuições ou leituras do absoluto
e controlamos nossas expectativas para que não sejam demasiado altas
sem perder a esperança?

ao mesmo tempo que nos sentimos esmagados
pelo peso da dor
ou pela consciência que sabe ler os sinais
e teme o inevitável...
sem querer enganar-se a si mesmo.

a vida começa
a vida acaba
e hoje estou a espera dos dois
do novo início
e da inevitabilidade do fim
esta espera
mata-nos!

5 conversando:

Anónimo disse...

Um abraço apertado.

vilma disse...

Um abraço Flá... e estarei a orar por vocês!

Lou disse...

Conte com minhas orações diurnas e sinceras.

Paula disse...

como sempre... as tuas questões fazem pensar... em mta coisa.

Tinoca Laroca disse...

quando se nasce, inevitavelmente se morre. Só Jesus quebra os arguilhões da morte.
Tenho um rapaz (40 anos, casado, com um filho, "descrente") em estado terminal numa cama de hospital.
Dá que pensar.
God bless you.
T.